Av. Nove de Julho, 3405 - Sala 415 

Edifício Mondial - Centro - Jundiaí/SP

juliana.k.kimura@gmail.com

Celular/What's App

(11)  95935-6015

  • Facebook Nutricionista Juliana Kimur
  • Instagram Nutricionista Juliana Kimu

© 2023 por Juliana Kimura

  • Juliana Kimura

Porque eu virei vegetariana... e depois vegana!

Sempre quis ter cachorro em casa, mas meus pais nunca quiseram. Dá muito trabalho, vocês não vão cuidar... e aquele blábláblá todo. Na infância até tivemos um gato, o Mingau. Mas eu morria de medo dele.


Até que depois de adulta, ainda morrendo de amores por cachorros (e com mais responsabilidade também), adotei a Milk. Na época uma conhecida não poderia mais ficar com ela, e eu adotei. E foi a melhor coisa que fiz na minha vida.





A Milk é a cachorra mais amorosa do mundo. Ouvi ela latir 2x só, em situações de "perigo". Ela é meu grude, meu amor. E foi por ela que eu comecei essa tour toda.


Já com a ideia de cortar a carne da alimentação (mas sem "coragem" e falta de informação também), fui assistir um documentário. Eu já estava com uma certa repulsa de mexer na carne crua para cozinhar e com essa ideia... O documentário foi só para confirmar mesmo.


E olha que dos documentários, esse é o menos "pior". Ele aborda a questão dos sentimentos dos animais sim, mas também leva na pegada da sustentabilidade. Eu assisti chorando, e a Milk do meu lado não entendia nada. Eu olhava pra tela, olhava pra Milk, olhava o porquinho, e a Milk. Ahhh Milk, você mudou minha vida!


Foi então, no dia 08/10/2017 que eu parei de comer todo tipo de carne. Mas ainda continuei com leite, derivados e ovo.


Costumo dizer que quando um tem seu tempo, seu despertar. Pra eu virar a chave completamente, demorou 2 anos. Foi mais dificil por que queijo era uma coisa que eu gostava de comer. Ovo já não estava comendo mais a um certo tempo. Mas o queijo fez minha decisão demorar um pouco mais.


Mas até que, em uma viagem na praia, andando na areia, prestes a fazer aniversário, comecei uma reflexão comigo mesma. E foi aí que veio o despertar. Voltando de viagem, não comeria mais nada. E foi no dia 08/10/2019, exatamente dois anos após ter me tornado vegetariana, me torne vegetariana estrita.


E é incrível como, após você tomar essa decisão, outras que até então eram normais, não começam a fazer mais sentido. Por exemplo, agora procuro reduzir o máximo de consumo de plásticos, procuro produtos que são de empresas veganas ou que não fazem testes em animais. Ou seja, levando isso como um estilo de vida (e não só mais na alimentação), me tornando vegana.


O despertar vem pra cada um no seu tempo, e é importante você respeitar também! Pois quando você sente que é, você vai a fundo na decisão e sente que aquela foi o passo mais certo que você deu na vida.


Assim como foi comigo. E eu agradeço a Milk, por ter aparecido na minha vida e ter começado todo esse despertar, me dando incondicionalmente, todo seu amor.

0 visualização